segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

Transformar-se!!

Algo curioso tem me chamado a atenção!

Noto que algumas pessoas costumam achar que outra visão de mundo, simplesmente acontece para certos indivíduos..

Como se nada tivessem feito para aquilo.. Ou como se já houvessem nascido assim.. Prontos!!

E segundo o título de um livro de um filósofo brasileiro, Mario Cortella: Não nascemos prontos!!! Construímo-nos ao longo da vida..

O que acontece, é que ninguém tem coragem de ir a fundo em suas próprias questões.. Evitam completamente entrar em si mesmos, e ver o que tem para limpar..porque é exatamente o que dói mais que precisamos mexer. Por isso é tão difícil e exige muita disposição para bancar esta situação.

Não se dispõem a tocar em certas feridas, conceitos, valores.. então se surpreendem com quem consegue ... mas não é a palavra certa.. na verdade pensam que estas pessoas são “sortudas” por terem uma cabeça diferente, uma visão não linear de mundo, por sofrerem menos... como se isso não fosse mérito próprio.. como se não tivessem passado pelo caos, ido ao fundo do poço muitas vezes, como todos os seres humanos.

Como se nunca tivessem encarado seus temores, lutado com eles, travado diversas batalhas durante períodos intermináveis e quase perdido a esperança em vários momentos..como se nunca tivessem negado várias situações até se darem por vencidos... Quando perceberam que a vida sempre ganha.. e precisamos aprender a aceitar e não lutar e nem se revoltar... mas felizes daqueles que conseguem transformar tudo isso em benção.. fazer algo com essas experiências e reinventar suas vidas.. Passam a um outro patamar... Conseguem a não identificação com os acontecimentos.. mas sem deixar de sentir.. só que a vida não tem a mesma carga, o mesmo peso..

Como diz uma máxima de um sábio a um discípulo : ‘Não queira chegar onde cheguei, sem passar pelo que passei..

Esta é a lição que temos que tomar consciência.. Para se chegar a algum lugar, precisamos estar dispostos a enfrentar o pacote completo.. as conseqüências de nossas escolhas e decisões.. ter a coragem de descer até não ter mais para onde ir.. sem isso, não há glória...

Não conseguiremos o bônus sem o ônus.. Não há transformação, sem muito trabalho interno e vale avisar que dura uma vida inteira...

Mas que vale a pena, ah!!! Isso vale..

3 comentários:

Línguas Afiadas disse...

Acredito que nestes casos a palavra chave seria a preguiça. Porque é certo que estas pessoas "iluminadas" não cansam de dizer a todos que este saber especial lhes custo muito suor, muita garra interior. De uma maneira geral, creio que as pessoas tendem a reagir a isso dizendo que é muito difícil para elas e que não é bem assim pois de fato é preciso algo especial para conseguir tamanha glória. Chamo a isso de preguiça: preguiça de si mesmo, preguiça de ser feliz.
bjosss Aleeee

Daniela disse...

Otimo

MARCELO disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.